CONTACTOS

Praça de Londres, 1000-074 Lisboa
Tlf. 218437450

Igrejasjoaodeus@gmail.com
www.paroquiasaojoaodeus.pt

Подробнее на сайте: http://free-medicine.ruhttp://free-health.ruhttp://pilot-in2it.ruhttp://german-medicine.ru http://live-medicine.ruGo to top of page http://more-health.ru http://israeli-medicine.ruhttp://medicine-plus.ru http://firstmedicine.ruGo to top of pagehttp://grand-medicine.ru http://grand-business.ru http://rich-health.ruhttp://begin-travel.ruhttp://natural-treatment.ru http://mellmo.ru

(Carta do Senhor Cardeal Patriarca endereçada ao nosso Prior)

Respondo ao seu pedido de Jubilação do Ofício de membro do Cabido da Sé Metropolitana Patriarcal de Lisboa, para lhe comunicar que o aceito nos termos do artigo 7º dos Estatutos do Cabido, com efeito a partir da data da eleição do novo Deão do Cabido. Peço-lhe que na próxima reunião ordinária do Cabido promova a eleição do novo Deão, nos termos do cân. 509 parágrafo 1 do CIC.

Aproveito para lhe agradecer o serviço prestado à Igreja de Lisboa na sua qualidade de membro do Cabido, o qual exerce também as funções de Colégio dos Consultores, bem como a dedicação manifestada em tantas missões no exercício do seu "múnus" sacerdotal. Continuamos a contar com a sua dedicação à Igreja Catedral, na sua qualidade de Capitular Jubilado a teor do artº 7º e sobretudo com o contributo precioso da sua oração e amizade.

O Senhor o recompensará.

Saúdo-o com amizade,

+MANUEL, Cardeal-Patriarca

 

Hoje dia 1 de Outubro o nosso querido Cardeal Patriarca de Lisboa - D. Manuel Clemente, fez-nos uma surpresa e veio celebrar a missa das 12:10h. 

Como disse no início da eucaristia, veio com o pretexto de se certificar pessoalmente das boas melhoras do nosso Prior Pe. Carlos Paes. O que muito alegrou e sensibilizou toda a comunidade.

Bem-haja Senhor Patriarca.

Realizou-se no passado dia 28 de Setembro pelas 21:30h a Assembleia de Responsáveis da Paróquia de São João De Deus, tendo sido representados cerca de 52 grupos e movimentos dos cerca de 62 que regularmente são presença na Paróquia.

A Assembleia teve como objetivo o lançamento das linhas orientadoras da ação para o ano 2017/18, foi presidida pelo Sr. Prior Cónego Carlos Paes, com a colaboração estreita do Vigário Paroquial e dos 3 Diáconos permanentes e teve como agenda:

 Oração inicial

 Apresentação da síntese do questionário enviado a todos os grupos pelo Diácono Rui Mesquita, que procurou sistematizar, em traços largos, a visão de cada um dos grupos/movimentos sobre algumas questões, tais como a dinâmica do grupo e a dinâmica da paróquia; o conhecimento da Constituição Sinodal de Lisboa; A perceção do conhecimento dos outros grupos; Os meios de informação da vida dos grupos, O desafio de ação conjunta a nível da Paróquia; O uso do texto bíblico como elemento central das reuniões; A criação de espaços de comunhão na Paróquia; A valorização da corresponsabilidade de todos a nível das grandes ¬opções; A questão de como integrar a Bíblia em cada encontro; As propostas de Ações de Formação na comunidade paroquial e o lançamento de sugestões para a Assembleia de Responsáveis.

 O comentário às grandes linhas do programa de 2017-2018 apresentado pelo Prior Carlos Paes, refletindo à luz do Sínodo sobre os caminhos que a Igreja é hoje chamada a percorrer, verificando como as dinâmicas da sociedade atual se manifestam e fazem sentir no seu seio e a necessidade de chegar a todos.

 Trabalho de grupos por sectores orientado pelo Diácono Dias Antunes, onde os representantes dos diferentes grupos e movimentos foram divididos e 4 grupos distintos, tendo cada grupo se debruçado sobre uma questão concreta: “Como experimentamos a força evangelizadora da Palavra na nossa, comunidade, em concreto?”, “Em que medida a nossa Liturgia celebrada e a vivência espiritual do nosso grupo / movimento, nesta comunidade de São João de Deus em concreto, é escuta e resposta à Palavra de Deus que nos chama?”, “Que desafio sentimos na nossa comunidade para que as nossas respostas solidárias sejam um encontro com a comunidade cristã e um momento de interpelação com a Palavra de Deus?” e “Como é que a escuta, estudo e oração a partir da Palavra de Deus e da Fé cristã nos abre caminhos para ser Igreja e alimentar a nossa missão nesta comunidade de São João de Deus?”

 As pistas levantadas pelos 4 grupos a cada uma das questões deram origem a um plenário dos Grupos coordenado pelo Diácono João Carmona e de onde surgiram equipas de representantes para reunir com a equipa pastoral.

 Por último, foram apresentados pelo Cónego Carlos Paes os Desafios para o Ano Pastoral e para a Visita Pastoral a realizar entre 28 de Novembro e 3 de Dezembro.

Terminou-se a Assembleia de Responsáveis com uma Oração Mariana e pedimos a bênção da Santíssima Trindade, fonte de todo Amor e Ação no mundo.

Movimento eclesial celebrou 40 anos de presença no país com encontro em Fátima

 

O cardeal-patriarca de Lisboa participou no encontro comemorativo dos 40 anos do Renovamento Carismático Católico (RCC) em Portugal, que decorreu em Fátima, e deixou desafios ao movimento eclesial no “serviço à Igreja e ao mundo”.

“Quem vive do Espírito serve os irmãos. Coincide desse modo com o próprio serviço de Deus, que sempre cria e recria espiritualmente as coisas”, disse D. Manuel Clemente, presidente da Conferência Episcopal Portuguesa (CEP), no discurso que proferiu aos participantes no evento, que decorreu entre sábado e domingo.

O cardeal-patriarca sublinhou que os cristãos e os membros do RCC em particular devem ser “os primeiros” no acolhimento interpessoal, “os primeiros na verdadeira escuta do outro, os primeiros na integração ou recuperação de quem quer que seja”.

O 40.º aniversário da presença do RCC em Portugal celebrou-se com o tema ‘Cada um recebe o dom de manifestar o Espírito Santo para utilidade de todos’.

D. Joaquim Mendes, bispo auxiliar de Lisboa e presidente da Comissão Episcopal do Laicado e Família (CELF), refletiu sobre o tema ‘RCC - que lugar na vida da Igreja de hoje?’.

Ralph Martin, presidente dos ‘Ministérios do Renovamento’ (organização sem fins lucrativos dedicada à renovação e evangelização católicas) e diretor fundador do International Catholic Charismatic Renewal Office, sedeado em Roma, fez duas intervenções: ‘A primeira experiência de Efusão – Um Novo Pentecostes na Igreja’ e ‘Novo Pentecostes ? O arrependimento e a oração, caminhos de Santidade para uma missão frutuosa na Igreja’.

A intervenção de D. Manuel Clemente, divulgada pelo Patriarcado de Lisboa, teve como título ‘A CEP e o RCC: o que vêm e esperam os bispos portugueses’.

O presidente da CEP sublinhou a importância da “fidelidade do RCC à Palavra de Deus”, da “disponibilidade para o serviço”, o exemplo de vida, o diálogo inter-religioso e a promoção da unidade.

“Onde houver um membro do Renovamento Carismático Católico tem de evidenciar-se sempre e mais o anúncio forte e criativo do Evangelho da paz, da reconciliação e da vida. Esse mesmo que esperam os pobres de tantas e tão variadas pobrezas, começando pelas mais básicas e sem descurar as mais profundas”, sustentou.

O RCC nasceu há 50 anos, durante um retiro de estudantes da Universidade Duquesne de Pittsburgh (Pensilvânia, EUA) e está presente em mais de 200 países, incluindo Portugal, com mais de 120 milhões de membros.

OC


"Aquele que não ama não conhece a Deus, porque Deus é Amor." 1 João 4;8