CONTACTOS

Praça de Londres, 1000-074 Lisboa
Tlf. 218437450

Igrejasjoaodeus@gmail.com
www.paroquiasaojoaodeus.pt

Tríptico de São João de Deus

Nestes painéis, obra de Mestre Domingos Rebelo, podemos encontrar a ilustração dos momentos fundamentais da vida de São João de Deus. Os painéis encontram-se por trás do altar da igreja, ocupando grande parte da altura interior.

Painel 1

Nasceu em Montemor-o-Novo em 1495. Os sinos repicaram festivamente aquando do seu Baptismo em que recebeu o nome de João, com o apelido de Cidade. João Cidade. Emigrou para Espanha onde foi pastor, soldado e vendedor ambulante de livros. Certo dia, 
uma criança, o Menino Jesus? apresentando-lhe uma romã, granada em Espanhol, diz-lhe que em Granada encontrará a sua Cruz. Convertido pela palavra inflamada do Beato João d’Ávila e pela graça de Deus é enviado como louco para um recolhimento de doentes mentais onde supõem que o curam, chicoteando- o. Aí, se resolveu a dedicar-se totalmente ao serviço dos pobres e dos doentes,distribuindo comida e, sobretudo, muito amor e ompreensão. 
Daqui por diante chamar-se-á João de Deus.

Painel 2

Uma vez, julgando que tratava um pobre doente , num hospital improvisado pela sua grande caridade, verifica que tal doente era o Próprio Cristo, que lhe diz: "O que julgas estar fazendo a um doente qualquer é a Mim que o fazes". Chega a dar a própria roupa para vestir os mais necessitados.
Nossa Senhora coloca-lhe sobre a cabeça uma coroa de espinhos a significar quanto ele havia de sofrer por Amor de seu Divino Filho e dos irmãos pobres e doentes.

Painel 3

Muito doente e enfraquecido passa pelas ruas de Granada levado pelos amigos e recebendo as mais ternas manifestações de gratidão e 
de carinho. 
Chama-o Deus à Sua Divina presença. Morre com a idade de 55 anos e sua alma é levada pelos anjos à Pátria Celeste, ouvindo então a Palavra do Senhor: "Vem bendito do Meu Pai, a possuir o Reino que te está preparado; porque tive fome e deste-Me de comer; tive 
sede e deste-Me de beber; estava nú e vestiste-Me; doente, encarcerado e visitaste-Me. Andava errante e acolheste-Me"
E a obra do nosso Patrono continua através da acção 
caritativa dos membros da ORDEM HOSPITALEIRA 
DE S. JOÃO DE DEUS.


"Aquele que não ama não conhece a Deus, porque Deus é Amor." 1 João 4;8